Blog Descubra Petrópolis

Destino rurais em Petrópolis, refúgios em meio à natureza

Para quem busca um destino com muitos programas de ecoturismo e aventura em meio à natureza, com segurança, com conforto e sem aglomerações, Petrópolis tem muito a oferecer. A cidade imperial é muito conhecida pelo seu centro histórico, mas além dele separamos seis macro-regiões turísticas, cada uma com características diferentes, que oferecem muitos programas em meio à natureza, com muito verde e garantia de diversão.

As regiões rurais de Petrópolis são cheias de cenários paradisíacos. Esse é no Brejal. Foto: JeepTour

Além de história, natureza e aventuras, Petrópolis também é a cidade mais segura do Estado do Rio. Aqui, é possível andar sem a paranoia de ter o celular roubado, o carro levado ou perder a bolsa para um pivete. É claro que isso existe, como em qualquer cidade do mundo, mas não é o normal de acontecer na cidade

Por dois anos seguidos, Petrópolis  conquistou  o troféu de cidade mais segura do Estado do Rio, de acordo com medição do Atlas da Violência, apurado pela Fundação Getúlio Vargas.

Quer conhecer outros museus de Petrópolis?

Petrópolis tem inúmeros museus, que encantam pela arte e pela história!

Refúgios Verdes e Circuitos Ecorrurais

Petrópolis possui vários distritos no seu entorno que fazem parte da cidade. Embora sejam distritos, é uma visita nos arredores, que não podem ser feitas de forma muito rápida porque não são perto uma da outra. São como micro-cidades em seus espaços, entremeados de florestas, montanhas e estradas. Para se deslocar de um para o outro é precios carro e muitas vezes demora cerca de uma hora de um para o outro.

 Embora seja mais conhecida por seu centro histórico, que reúne verdadeiras jóias da época Imperial do Brasil, há muitas outras atrações na cidade. A cidade preserva grandes áreas verde intocadas, que recebem nota máxima de preservação ambiental. São inúmeros parques naturais, trilhas para trekking e mais de 100 cachoeiras distribuídas pelos distritos. Veja as principais regiões turísticas da cidade, cada uma com seu encanto.

O centrinho de Araras é é pequeno, mas lá você encontra tudo, de produtos básicos a itens importados e sofisticados. Foto: Descubra Petrópolis
Araras + Vale das Videiras

Araras e vale das Videiras são áreas bem mais rurais que o centro ou mesmo Itiapva. Cada um com seu centrinho, como é característico dos distritos locais, são lugares de grandes casas e condomínios e algumas pousadas, mais ou menos sofisticadas de acordo com a demanda do visitante. Não há agito, shows ou programação cultural. O lugar é para curtir o verde, a natureza exuberante, fazer caminhada, mergulhar nos poços e cachoeiras , comer bem e repousar à sombra de uma árvore.

Há boas opções de restaurantes, pousadas e passeios locais

É um dos nossos cantos preferidos. Mas é um local que está ficando conhecido como eco-chique, ou seja, é rústico e sofisticado ao mesmo tempo.

Caso essa seja a sua praia, clique aqui e conheça o que te espera.

Fazenda Inglesa é um recanto sossegado, sem agito, bom para caminhadas, caminhadas e bike. Aqui do lado, no Rocio, fica o Vale do Amor e cachoeiras.
Rocio + Fazenda Inglesa

Rocio e Fazenda Inglesa ficam perto de Araras, mas o acesso indo na BR-040 sentido Juiz de Fora- Rio, depois da entrada para Araras. Tem placas sinalizando, tanto para saída fazenda Inglesa quanto Estrada do Rocio.

São destinos rurais, onde a grande atividade é fazer trilha, caminhar pelas estradas de terra e paralelepípedo, mergulhar em poços de água cristalina e andar de bike.

É para quem quer paz e sossego. Tem poucas opções de pousadas e restaurantes, mas a qualidade da oferta é boa. Nesse destino também fica o Vale do Amor, roteiro místico que tem como proposta é ser aberto e dialogar com  todas religiões. É uma área verde com construções de igreja aberta, vales, centros de yoga e meditação, mas também caminhos com a vida de Cristo e outros credos.

É uma área úmida, que chove bastante, mas muito aprazível e bonita. Na Estrada do rocio também tem a Pedra do Bonet, uma montanha curta de subida, que exige boa forma mas não tem perrengues, e dá de recompensa uma das vistas mais bonitas da montanha. É uma das nossas trilhas preferidas para quem visita a cidade, quer ar puro, tem preparo físico, mas pouca experiência em trilhas de subida.

Recomendamos muito! Só cuidado para não subir em dias de previsão de chuva. É muito importante que seja em dias secos, pois há pedaços no barro devido a erosões.

Clique aqui e veja mais atrações para Araras e Videiras

Em Itaipava, comer bem, beber e fazer compras são programas complementares. Muitas casas famosas, de vinho, comida e compras. Foto: Descubra Petrópolis
Itaipava:

Talvez seja o distrito mais conhecido de Petrópolis.  Muitos visitantes até pensam que Itaipava é cidade independente. Não é. Itaipava é um distrito de Petrópolis que concentra a maioria dos restaurantes e pousadas mais charmosas, tem um comércio sofisticado e trânsito de muitos carros antigos, motoqueiros de estrada e bicicletas. Embora o centrinho seja mais uma área de compras e consumo, é em Itaipava que se localiza o, o Parque Municipal de Petrópolis, onde acontecem exposições de cavalo, feiras agropecuárias e os grandes shows. Também é uma área excelente para levar a criançada, fazer uma caminhada e respirar ar puro num grande parque verde.

Em Itaipava também se localiza o Horto Municipal de Petrópolis, que é um centro de encontro de visitantes e moradores. O horto tem o Bar do Horto, lugar onde você joga conversa fora, enquanto toma uma cervejinha gelada acompanhada do tradicional pastel da casa. Há inúmeros boxs de orgânicos, frutas, produtos locais, hortaliças e flores, além de feirinha de artesanatos aos sábados.

Também fica em Itaipava a famosa Feirinha de Itaipava, com mais de 300 stands de moda feminina, masculina, infantil, acessórios e até produtos para pets. Além dos boxes, há ainda no local restaurante, bar e cafeteria.

Clique aqui e veja mais atrações para Itaipava

Cavalgar é uma das atividades muito praticadas em Secretário e Pedro do Rio, destino essencialmente rural. Foto: Descubra Petrópolis
Secretário + Pedro do Rio

Secretário e Pedro do Rio são área de roça. Embora Secretário tenha bons restaurantes  e boas pousadas, o clima é total de cidade do interior. Durante a semana, nada funciona. Então, a proposta aqui é ficar numa pousada, fazer cavalgadas, roteiros ecológicos e rurais, visitar produtores locais e curtir a natureza. Nos fins de semana, tem agito, mas ele só começa às sextas-feiras, assim mesmo não se empolgue muito porque no máximo haverá uns barzinhos para curtir à noite.

Área também de alguns antiquários e lojas com objetos antigos e de fazendas. Mas tudo é um garimpo! Na região, há ainda uma vinícula, fábrica de doces caseiros e geleias, centros comunitários de artesanato e outros agrados para descobrir, como uma fábrica de essências que oferece os cheiros locais de Secretário, Itaipava e outros. Tudo é uma descoberta e resgate da natureza.  Uma boa cachoeira de águas cristalinas é uma boa opção após uma caminhada pelas estradas de barro do local.

Se sua praia é mato, pasto e coisas da Fazenda, aqui é  seu lugar.

Veja mais atrações para Secretário e Pedro do Rio

Museu do Trem de Nogueira, umas das atrações locais. Em Corrêas, localidade vizinha, a atração mais famosa é o Parque da Serra dos Órgãos (Parnaso)
Nogueira e Corrêas

Lugar de pessoas simples e vida agradável. Corrêas tem algumas pousadas, grandes plantações de hortaliças, onde inclusive é possível comprar tudo fresco e abastecer- se de produtos orgânicos e saudáveis. Corrêas também tem igrejas históricas e é acesso ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), um dos maiores e mais bem conservados da serra. E tem pontos tradicionais de parada, como a feijoada da Pousada Alcobaça, da famosa Dona Laura, que já ocupou muitas páginas gastronômicas de revistas especializadas. E com muito mérito, porque tudo lá é gostoso.

Nogueira também vai em linha semelhante. Tem um parque para ser visitado, um recanto bucólico para passear e apreciar o verde. O lago de Nogueira é uma pausa de descanso e lugar para passear com os pets. Há ainda o Museu do Trem, as famosas empadinhas da praça e encantos simples para apreciar a vida.

Nogueira tem também um centro gastronômica que reúne os mais variados tipos de comida, mas tudo muito simples e sem sofisticação.

Em Corrêas, a grande atração é porque fica aqui o acesso ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso). Há três acessos ao Parque (Teresópolis, Petrópolis e Guapamirim), mas aqui é onde o caminho reserva as cachoeiras mais incríveis, trilhas e acesso à travessia Petrópolis-Teresópolis).

Também em Corrêas se chega ao Bonfim, localidade cheia de plantações de hortifrutis e grande fornecedoras de hortaliças da região e também do Rio de Janeiro.

Clique e veja todas as atrações para Nogueira e Corrêas

Passeios de Jeep nas estradas de chão do Brejal, visitando produtores orgânicos e cachoeiras é usadas atividades favoritas no circuito ecorrural. Foto: Jeep Tour
Brejal + Taquaril

Essa região é a mais distante, rural e radical. Difícil recomendar se não for para ir de carro 4×4. Embora as estradas sejam acessíveis (menos na época de muitas chuvas), tem pedaços em terra  e que um carro muito delicado pode reclamar muito da viagem. Mas o circuito Brejal faz esquecer a dificuldade a lonjura de chegar.

Brejal é conhecida como principal centro de produção de orgânicos do Rio, há propriedades lindas que aceitam a visita de turistas, desde que previamente combinado.

Além dessas propriedades, muitas coisas gostosas de vistas deslumbrantes te aguardam. Há na região produtores de conserva, geleias, shitake, escargot, licro, chocolate e ervas aromáticas. Outra atração são as bordadeiras do Brejal, com uma produção artesanal de toalhas e bordados que encantam pela delicadeza e beleza.

Também é possível uma visita ao atelier do artista Jean Ruffier, que produz chaleiras, bules, garrafões e pequenas esculturas.

Há empresas e guias que fazem o roteiro e facilitam todos os acessos. Inclsuive uma ótima forma de conhecer é fazer na carroceria de um jeep, sem capota, que garante muita diversão, prazer e aventura. Excelente opção também para fazer algumas trilhas e passeios de bike.

É um dos roteiros mais rurais de Petrópolis. Mas algumas opções na linha eco-chique começam a surgir. Como o Horto Brejal, que tem uma loja de produtos locais cuja proposta é que se adquira ali os produtos frescos e deliciosos, se acomode no amplo jardim verde, pegue uma garrafa de vinho ou outra coisa que lhe agradar mais e faça um piquenique num local aprazível e que faz um enorme bem ao corpo e à alma.

Para ver mais atrações do Brejal e Taquaril, clique aqui. Para o TOUR Brejal, veja aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *