Blog Descubra Petrópolis

Produção de orgânicos é destaque no circuito ecológico do Brejal, em Petrópolis

O Brejal é uma região privilegiada, muito bonita e a maior produtora de orgânicos do Estado do Rio. É considerado um dos circuitos mais preservados do ecoturismo de Petrópolis e ideal para quem busca contato com a natureza, comida saudável, paz e tranquilidade. Há mais de 20 pequenas propriedades rurais, todas de pequenos produtores que praticam agricultura orgânica. É verdadeiro ecossistema de opções e produtos saudáveis.

Assim como ocorre em outros destinos rurais locais, o centrinho aqui é praticamente inexistente. Trata-se de  um destino de turismo ecológico e está longe de ser um centro de consumo. Aqui, o ideal é aproveitar a natureza, descobrir os produtos locais que oferecem sabores que você não encontrará em nenhum outro lugar e deixar sua alma se deleitar com tanto ar puro e vida do campo. É relaxar e curtir o paraíso verde.

O que Brejal oferece

E é preciso planejamento para aproveitar o passeio. A melhor forma de maximizar a visita e conhecer as particularidades é contrato uma agência que faz o passeio na localidade ou um guia que conheça as atrações. Há algumas propriedades de agricultura orgânica que aceitam visitantes e até oferecem um tour pela propriedade, explicando as diferenças, vantagens e benefícios da agricultura orgânica e familiar. São pequenas propriedades, que não ficam com portas abertas ao público sem um agendamento prévio. Mas os orgânicos são apenas parte dos atrativos do Brejal. No vilarejo, é possível encontrar produtores de conserva, geleia, shitake, escargot, licor, chocolate e ervas aromáticas, além de um criatório de trutas. Há ainda destinos de arte e artesanato, como  o ateliê do ceramista Jean Ruffier,  as bordadeiras da comunidade e o projeto Vira-Mundo.   Outra opção bacana para uma visita é  o Horto do Brejal, que além de ser lindo de se ver tem uma delicatessen de produtos locais deliciosos, que podem ser comprados para um piquenique nos próprios jardins do Horto.

Até o Brejal, o acesso é fácil e asfaltado, mas chegando lá as estradas de terra dão o tom de terracota do local. O melhor transporte é um Jeep ou carro com tração 4×4, que aguenta o tranco. Uma boa opção é contratar a Jeep Tour, uma empresa que faz passeios com jeeps sem capota, permitindo um contato ainda mais especial com a natureza. Outra vantagem dessa agência é que ela tem acesso exclusivo a a algumas localidades e serviços, como sítios que servem cafés da manhã e almoço para os grupos de visitantes (que podem ser exclusivos do contratante, que pode fechar o passeio só para seu grupo) levados por eles e acertados previamente. Normalmente esses passeios duram um dia inteiro.

Mas se sua ideia é visitar o Brejal numa estadia mais longa, passando por exemplo um fim de semana, há opções de alguma pousadas locais, quase sempre obedecendo ao estilo rústico e brejeiro do local. Não espere nenhum resort ou hotel de luxo, a sofisticação local é exatamente o oposto, um contato rural e suas experiências. Aqui, caipira e ecochique fazem parte do mesmo ecossistema.

Pequenos animais nas propriedades locais fazem parte da cena rural nos passeios do circuito ecológico do Brejal

Outras opções de passeio:

– Sítio Katsumoto: é uma dos mais tradicionais produtores de mudas de hortaliças e temperos da região. Há também produção e venda de bonsais de diversas espécies e tamanhos, plantas ornamentais, mudas de eucalipto e mel. Sr Augusto, um japonês de 86 anos, está à frente do sítio, cuja filha Humi já abriu uma filial no centrinho de Itaipava.

– Armazém Sustentável: estabelecimento que produz geleias 100% orgânicas e outros produtos artesanais. Fechou ao público durante a pandemia, mas há planos de reabrir. Confira antes de ir. Normalmente, faz parte do roteiro do Jeep Tour

Provence Ervas Finas: plantação de ervas aromáticasfrescas e desidratadas,  e azeites aromatizados. 

– Escargots Invernada: criação de escargots, com degustação do famoso “escargot à la Bourguignonne”.

– Ateliê Arte em Comum: oficina comunitária que reúne artesãs e aprendizes dalocais, com destaque para o bordado.

– Chez Bon Bon: fábrica de bombons artesanais.

– Haras Massangana: Baias são abertas à visitação. É possível agendar a cavalgada, que inclui 1 hora de passeio. 

– Capela de Nossa Senhora da Glória: capelinha decorada com vários santos de devoção dos donos da Fazenda.

– Fungipetro: Sítio com produção de shitake 100% orgânicos. Há degustação de shitakes marinados durante a visita.

Estação 1001: restaurante e pousada de comida variada. No jardim,  encontra-se o vagão dos anos 30 da locomotiva Leopoldina

– Trutas do Firmeza: tanques de criação de trutas, com venda e degustação de produto

Pousada Melo: pequena hospedagem, com suítes, mini-cozinha, horta orgânica e mini-fazendinha para contato com animais. Funciona mediante reserva. (24) 98808-9137

O circuito do Brejal faz parte das atrações ecorrurais da cidade de Petrópolis. Para quem fica hospedado no centro histórico ou em outras localidades distantes do Brejal, recomenda-se separar pelo menos um dia para visitar o local. É recomendável a contratação de um guia local (fale com a associação dos guias de turismo de Petropolis: (24) 98842-3235) ou uma empresa com tours previamente agendados, como a Jeep Tour (veja o pacote oferecido pelo Jeep Tour em https://descubrapetropolis.com.br/default.asp?pag=13&codigoatrativo=41;  ou maiores informações pelo WhatsApp : 21 99314 5009) 

Como chegar:

O Brejal está localizado na Posse, 5º distrito de Petrópolis, a cerca de 40min de Itaipava. Para quem sai do Centro da cidade, são 50km de distância e cerca de 1h até lá. Para quem sai do Rio de Janeiro, são 2h de viagem.

Caso decida ir em seu próprio carro, verifique antes as condições das estradas. Após chuvas intensas, a região pode apresentar difícil acesso caso seu carro não seja 4×4. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *